ARTISTAS

O nosso Fado, mistério de alma, canto genuíno, intenso e apaixonante.
Estes são os nomes que marcam presença na Casa de Linhares.

 
 

JORGE FERNANDO

Aos 15 anos trigueirinha, aos 16 boa noite solidão, aos 17, amigo João, arco da velha, entre outros que se tornam clássicos. Continuo a escrever êxitos como rosas brancas para o meu amor, umbada, lua, pode ser saudade, chegou a hora, chuva, búzios, leva-me aos fados, valsa dos amantes, desespero entre outros, escrevendo para a grande maioria de fadistas da história do fado.

Recebeu prémio da cultura Italiana por trabalho feito no fado, medalha de mérito, grau ouro da cidade de Lisboa, primeiro prémio popularidade do correio da manha, votação popular, prémio excelência na música, jornal mais Alentejo, entre outros.

Gravou com Amália, Lucho Dalla, Patxi Andion, Fabia Rebordão, A Filleta, Ana Moura, Cristina Branco, Argentina Santos, Fausto, Expensive Soul, Nu Soul Family, Sam The Kid, e duetos televisivos com Mariza e Dulce Pontes, Egberto Gismonti, André Dequech, Toninho Horta, Zeca Assunção, Nivaldo Ornelas, Mauro Senise, Robertinho Silva, Paulo Braga, Paulo Brasil, William Galison, Tim Rease, Dan Gigon, Darwel Jonsohn, Gianni Cosci, Flávio Minardo, Julio Visibelli, Davide Zacaria, Avion Travell, Eugenio Finardi, Francesco Di Giacomo, Arrigo Capelleti, Stones Project con Charlie Wats (baterista dos Stones ) Custódio Castelo, José Manuel Neto, Rui Veloso, Camane entre outros.

 

Salas
Coliseus de Lisboa e Porto, Carnegie hall, concertgebouw, picollo de Milão, canecao do Brasil entre tantos outros de referência.

Produções
Mariza, Fabia Rebordão, Ana Moura, Raquel Tavares, Filipa Cardoso, Argentina Santos, Fernanda Maria, Beatriz da Conceição, Cidalia Moreira, Maria da Fé, Aldina Duarte, Fernando Maurício, Nuno da Câmara Pereira, Paulo Bragança, António Pinto basto, Ricardo Ribeiro, José da Câmara, Gonçalo Salgueiro, António Rocha, entre outros.

Dia 18 de fevereiro 2016 recebeu pelas mãos do antigo presidente da república , Aníbal Cavaco Silva a comenda, distintivo da ordem infante dom Henrique no palácio de Belém, pelo seu trabalho prestado ao país através da sua arte


FÁBIA REBORDÃO

Fábia Rebordão nasceu em Lisboa a 28 de março de 1985. 
Com 12 e 14 anos anos foi finalista do programa televisivo “Cantigas da Rua” exibido pela SIC. 

Aos 17 anos integra durante uma ano no elenco do musical “My fair lady”, pelas mãos do ilustre encenador Filipe Lá Féria. 

Aos 18 anos participa no programa televisivo “Operação triunfo”, exibido pela RTP , de onde saiu finalista.  

Em 2008, actua na famosa sala “Concertgebow”. 

Em 2011, sai o seu disco de estreia, “Aoitava cor” produzido por Jorge Fernando, nesse mesma ano actua na grande e emblemática sala “Carnegie Hall” em Nova York.

No mesmo é distinguida pela fundação Amália com o premio Revelação Amália Rodrigues. 

Em 2013 sai no conceituado Jornal Expresso como uma das 50 personalidades/revelação do ano. 
No mesmo ano é convidada da grande fadista Mariza para actuar consigo em dois concertos, Belgrado e Budapeste. 

Em 2015 actua no festival Kriol Jazz em Cabo Verde.

É convidada pelo músico Pierre Aderne para integrar no documentario “Cantoras Portuguesas”.

Em Setembro de 2016, sairá o seu novo trabalho discográfico, uma Co-produção da qual fazem parte, Jorge Fernando, Hugo Novo e New Max. 


VÂNIA DUARTE

Vânia Duarte nasceu a 13 de Outubro de 1984. Cantou fado pela primeira vez aos 12 anos. Frequentou a escola de música de Santarém. E em 2001 participou no concurso "o Fado mora na feira" na Feita Popular.   

Em 2003 participou no concurso da RTP, Operação Triunfo II. 

Conheceu algumas Casas de Fado como o Sr. Vinho e o Faia, mas é na Casa de Linhares conhecida também por Bacalhau de Molho que canta desde 2004.

Em 2006, participou num espectáculo de fado no “Espaço 7 às 9” no CCB. Em 2008 licenciou-se em Animação Sociocultural, enquanto sustentava o gosto pelo Fado.

Em 2011 gravou o primeiro disco intitulado "Efeito de Fado" que contou com a produção de Custódio Castelo.  

Actualmente é fadista residente na Casa de Linhares juntamente com Jorge Fernando, Fábia Rebordão e André Baptista.


ANDRÉ BAPTISTA

André Baptista nasceu em Lisboa a 19 de Abril. Foi viver para Sines onde passou toda a infância. E é em Porto Covo que se estreia a cantar.

De regresso a Lisboa para cursar Conservação e Restauro, André passa a frequentar as típicas casas de fado.

A sua postura discreta, mas afirmativa, chamou as atenções do público e o despertar da crítica.

Em 2014 a Fundação Amália Rodrigues distinguiu André Baptista com o Prémio Revelação, justificando que “tem-se revelado seguro e apurado na utilização das suas qualidades vocais e emocionais.”

Actuou em alguns dos mais importantes palcos nacionais, participou em diversos programas de rádio e televisão e levou, com agrado e aplauso, o Fado à saudade das Comunidades Portuguesas em França, Inglaterra e Itália.

André Baptista conta já com dois trabalhos discográficos. O primeiro, em 2009, intitula-se “Um Fado Nasce”. O segundo, em 2013, chama-se “Gentes do Fado”.

É uma das promissoras vozes do fado no séc. XXI que pode ser escutada no berço do fado e no mundo!


SILVANA PERES

Nasceu em Lisboa, o Fado surge na sua vida de uma forma muito natural... Através de uma outra grande paixão, os cavalos. 

Desde muito jovem que está ligada ao mundo equestre e consequentemente aos seus retiros e convívios inerentes, onde nunca se dispensa a partilha de bom Fado, boa Comida, bom Vinho e boa disposição. 

Foi exatamente num desses convívios entre amigos, que se aventurou a cantar um único fado que sabia e a partir desse dia nunca mais parou.

Em 2008, é convidada para cantar profissionalmente em casas de Fado conceituadas como a Casa de Linhares (Bacalhau de Molho):

Em Abril de 2012 estreia-se na televisão, como convidada do programa Portugal no Coração, onde interpreta o primeiro poema escrito por José Carlos Malato, “Sei que nunca vais dizer”, na música de Armando Machado (Fado Maria Rita);

Em Março de 2014 faz parte da peça Menos Emergências - 3 peças de Martin Crimp, encenação Ricardo Neves Neves, no Teatro Meridional, 10 atores, 15 músicos e 30 cantores, peça que ganhou o prémio de melhor peça de teatro de 2014 pela TimeOut;

Em Setembro de 2014 internacionaliza-se, apresentando-se no Konsertten Starter, em Bergen, no sudoeste da Noruega, atua no âmbito das celebrações da Lusofonia, que se realizam naquela cidade pelo segundo ano sucessivo.

Em 2015 forma o Projeto FADO NO PÉ, com o produtor musical brasileiro Edu Miranda, em que funde o Fado com ritmos lusófonos e as suas respetivas danças culturais;

Neste momento prepara-se para integrar num novo projeto, agenciada pela HMmusic.


OS NOSSOS MÚSICOS

ANDRÉ DIAS

 

BRUNO CHAVEIRO

André Dias e Bruno Chaveiro são dois guitarristas de ouro da nova geração da guitarra portuguesa.
Têm ganho relevo enquanto guitarristas revelação, para além de acompanharem os melhores fadistas portugueses pelos palcos de todo o mundo!